quarta-feira, 1 de abril de 2009

1 de Abril de 2008 início do Blogger Concha-Conceição

1 de Abril de 2009, faz hoje um ano! E, não é mentira, acredite quem quiser.

Resolvi fazer psicanálise.
É aqui o meu divã, faço auto-exame, analiso a minha existência psíquica, trato dos meus distúrbios mentais e psicossomáticos....

O que se passa na minha mente?
É esquisita, eu sei.
Não sou normal.
Talvez não queira ser.

Sou portadora de insanidade, não sei se em dose certa, mas que me ajuda a viver, a sobreviver neste mundo tão cheio de desigualdades e injustiças.
É verdade.
É aqui que me refugiu.
Quando preciso pensar, ficar (a sós?) comigo mesma.
Quando preciso desabafar e contar coisas alegres.
Compartilhar com aqueles que o lêem , as coisas que apreendo no meu dia-a-dia.
Decidi que devo me exteriorizar mandona, chata, egoísta, orgulhosa, extrovertida, stressada e simpática.
Mas por dentro, sou amiga ,meiga, teimosa, trabalhadora irrequieta.
Faladora? de mais,reconheço (até o meu irmão já colocou a tocar no leitor de CD "Merry Christmas" em Agosto, para me tentar calar).
Tento agarrar o tempo é por isso que corro.
Sou muito apaixonada pela vida e pela família e pelas pessoas.
Gosto de ler,ler,ler, escrever, escrever....
Escrevo com sinceridade realismo e sensibilidade.
Neste momento sou fracassada.
Bem... vocês podem até me ver de outras formas.
Sou EU?
-Não sei...
Eu estou falando do que vejo por dentro e por fora de mim mesma.
Vivendo, sobrevivendo onde muitos cairam e fracassaram.
Ontem, também fracassei
Travo batalhas dentro de mim .
Um lado diz pra preencher os vazios .
O outro diz que o passado já os preencheu.
E, mesmo sem o saber fazer, vou continuar a escrever.
Agradeço a todos os que criticaram, que deixaram comentários, que me enterneceram com palavras que não sou digna, e agradeço também aos anónimos (as) e a todos aqueles que simplesmente leram e não opinaram, mas que passaram por cá.
Eu, vou estar sempre por aqui.
Afinal, é aqui o meu consultório da psicanálise!
Até amanhã...

8 comentários:

Anónimo disse...

Concha!
Os meus Parabéns,pela inteligência que tiveste em montar aqui o teu consultório.
Parece anedótico, mas, dá resultado sim.
Há quem cante para espalhar os seus males,tu escreves e eles desaparecem.
És uma bonita Mulher! ...
Um abraço

Zeca - Diabo disse...

Tenta ser mais tua amiga, tenta ser para ti o que és para os outros. Tou a ficar com a sensação que... a única pessoa que te critica e que realmente faz pressão em ti, és tu. E tu não és assim para mais ninguém, muito pelo contrário. Hó titia, a titia merece uma amiga como uma que nós temos... A São.

Manuel disse...

Não gosto nadinha de ti...
A última "peta" do dia!
Hihihihi!

MarTIC@ disse...

Concha!

[I'm back...]
Parabéns pelo blog! Tem aqui um baú recheado de pedras preciosas. Sorte a minha ter encontrado um tesouro tão valioso!
Em cada texto, em cada imagem, uma dose elevada de sentimentos puros... sem interesses materiais e hipócritas.
Gosto de ler os seus escritos. Continue com as consultas. Os pacientes agradecem!

Boa Páscoa!
Bjinhos

X@u

rouxinol de Bernardim disse...

Parabéns Concha!

A insanidade no estado puro, na excelência suprema!

Enfim, neste mundo de injustiças e de contrastes insanos, a tua insanidade é uma lufada de ar puro no mofo reinante!

Boa Páscoa!cadotrin

Concha disse...

Há um milagre chamado amizade.
Não sei como ela acontece.
Não sei quando começa.
Sei a alegria que ela traz. Percebo que a amizade é um dos dons que me foi concedido.
O mais precioso!
Os amigos realmente,fazem-me sorrir e encorajam-me para o sucesso.
Estão sempre aqui para me ouvir, para me elogiar,mesmo não sabendo quem eu sou.
A vossa amizade é preciosa para mim.
A todos os meus sinceros agradecimentos.
Beijos

Anónimo disse...

Concerteza que já ouviste dizer:
- Os grandes morrem de pé.
Continua, mesmo com apenas 1 ano,és "Grande" em altura, e em personalidade.

Beijos,
José Manuel

O Profeta disse...

Para que a terra não trema
Para que esta Ilha seja de boa guarida
Mil e muitas ave-marias
Para iluminar tanta alma perdida

Em meu peito bate a fé
Sou um caminhante de muda revolta
Olhos presos a este manto verde
Alma que se ergue e fica solta


Boa Páscoa


Mágico beijo

Funchal

Funchal