segunda-feira, 2 de março de 2009

Maré de azar, é isso mesmo... Logo passa.

Não consigo perceber porque ainda me decepciono com pessoas, com acontecimentos, com situações, ou com a vida?
A decepção é tão frustrante, é uma das sensações que mais me entristece, que me deita abaixo, me impede de continuar, e bloqueia-me.
Será que eu criei expectativas altas demais?
Ou as expectativas eram normais, próprias e adequadas, mas a decepção resolve ser convidada de honra?
Será que sou exigente demais, e exijo dos outros, o rigor com que me aplico?

Será que as decepções só acontecem aos emotivos?
- Aos frágeis?
- Aos corajosos?
- Aos exagerados?
- Aos idiotas?

E assimilar uma decepção?
Acordar, regressar à realidade, é verdade! estou no clube dos decepcionados.
E, eu que vivia num sonho, num mini-paraíso onde tudo era perfeição.
De repente a vida acordou-me...e, vi o mundo real.
Não acontece só aos outros. Eu também sou gente!
Reage, então?
Sou ou não uma mulher combativa?!!!
Claro, que sou.Tenho vontade de agir.

E o mundo?
Continua ..., exigente, não tolera a insatisfação, não tolera tristezas.
O mundo quer-nos bonitas, contentes, elegantes.

Mas, o pior é quando os grandes amigos nos dizem: .
-Não percebo, porque ficas assim, não é caso para isso!... e, eu cheia de tristeza, magoada,com o coração a saltar,e com a minha taquicardia, sinto vergonha por assumir as lágrimas .

Detesto ter de chorar, detesto ter que mostrar que sou mais vulnerável que os outros.

Detesto dizer: - Estou triste.
Hoje, ando assim, tipo crocodilo chorão.

Deixem-me enterrar esta decepção.

Não sou eu que digo, que só não há remédio para a morte?

Claro, que sim!

5 comentários:

Zeca - Diabo disse...

Titia, todo o turbilhão de pensamentos negativos que te estão a passar pela cabeça são entendíveis, mas quando esfriares a cabeça e olhares para ti, facilmente vais ver que vais passar este obstaculo com uma perna às costas. Resumindo... Em situação de "crise", temos de fazer valer todo o nosso potencial e tudo o que temos de bom, ok?
então vamos lá ver o que tens:
1º.Embora o teu BI contradizer tu tens no máximo dos máximos 30 anos.
2º. Tens tanta experiencia profissional como a tua idade, alto que mais ninguém tem.
3º. Tens excelente apresentação.
4º. És uma pessoa de confiança.
5º. Tens um relacionamento excelente com toda a gente e toda a gente gosta de ti.
6º. Conheces imensa gente.
7º. Tens excelente sentido de humor.
8º. Tens 1,70 (sempre ajuda)
Enfim... poderia continuar o dia todo, por isso agarra no que tens e vence esse obstáculo.
P.S. - NINGUÉM VAI SENTIR PENA DE TI, apenas inveja.
Beijos

Concha disse...

Ao Zeca-Diabo, um grande abraço!
Só tu, mesmo é que me fazes rir....

Dalva M. Ferreira disse...

Há momentos depressivos, e há depressão braba. Os primeiros, inevitavelmente, fazem parte da nossa vida. A segunda, bruxa maldosa, fica à espreita, pronta para pular no nosso cangote, tão logo baixemos a guarda. Para esta, eu recomendo a ajuda de um bom profissional (são tão raros!) e talvez até uns remedinhos. Eu tomei Prozac, o "soma" dos nossos dias modernos, e constatei que pelo menos para mim, ele é a mão de Deus. Fica bem!

DE-PROPOSITO disse...

Detesto dizer: - Estou triste.
---------------
Pois é.
Sem a tristeza, não haveria a alegria. Por isso, os momentos de tristeza, são necessários.
Fica bem.
e a felicidade por aí.
Manuel

MarTIC@ disse...

A tristeza e a desilusão fazem parte da nossa vida (de vez em quando). Chore sem medo nem vergonha. Não reprima as suas emoções. Mime-se. Surpreenda-se a si própria... Sabe que é capaz!
Força aí, "champione"!

***
X@u

Funchal

Funchal