quarta-feira, 30 de setembro de 2009

A ilusão, e a espera....

E assim, ficamos sós...
Eu, à espera do nada.
Sem resposta.
Sem a ilusão.
Sem regresso.
Em silêncio.
Neste mundo,
que é uma grande sala de espera...
Ver partidas e chegadas.
Criar ilusões...
Sonhando!!
A hora passa...
A Ilusão espera com esperança.
A ilusão é falsa, a esperança não.
Um dia, vou encontrar a ilusão sentada,
esperando a esperança.
A esperança corre ao vento,
pelo tempo,
pelos campos,
pelos rios e mares!
Quer ser encontrada...mas demora...
o dia passa, a noite passa,
a esperança sonha...sonha que chegou .
Quem sabe a ilusão passou,
e a esperança não deu atenção?!

8 comentários:

Manuel disse...

Eu também ando em silêncio a ver o tempo, e não te tenho visto, a ti!
É um poema,sentido e sofrido. Muito bonito.
Bjs

Anónimo disse...

És linda a escrever,e...em tudo o que fazes.
É amor,carinho,dedicação, e tudo que há de bom!!!
Eu também já fiquei à espera da ilusão,da esperança...
Muitos beijinhos

Dalva M. Ferreira disse...

O mundo como sala de espera... Pode ser, apenas não sabemos o que nos espera! Bonito...

Rosa Oliveira disse...

"Quem sabe a ilusão passou,
e a esperança não deu atenção?!"
Adorei o teu poema!
É tão real, emocionante...
Conclusão:
- Fica sempre atenta!
Deixa os outros,cuida de ti.
Beijinhos desta amiga de sempre.

António Botelho disse...

Ora aí está um bom ponto de vista, pois o nosso mundo é realmente uma sala de espera como você expressa na sua escrita. Já agora, convido-a a fazer uma visitinha ao meu blog, a apreciar e comentar em:

http://poesiasdeantoniobotelho.blogspot.com

MarTIC@ disse...

Cara Concha!
Parece que Setembro foi um mês de grandes inspirações... (eu andei ausente mas sempre atenta).

Gosto muito deste poema pois identifico-me totalmente nele. Vivo no mundo do sonho e das ilusões. Com sabores e dissabores mas livre!
Continue a nos maravilhar com os seus escritos...
;)
Bjs

X@u

Joa de Arievilo disse...

Viver
É a arte de todas as artes!
a esperança é uma brisa deliciosa...

Vieira Calado disse...

Olá, amiga!

Vim reler (ou reler)

um pouco do que de interessante nos mostra o seu blog.


Beijinho

Funchal

Funchal