sábado, 21 de novembro de 2009

Aniversários, que venham muitos!!!!!

Passaram os dia, os anos ..., e eu não senti.
Parece que foi ontem, eu sentia aquela dorzinha suave no coração, de alegria, claro!

E, é incrível que hoje ainda a sinto,principalmente nos dias de grandes acontecimentos. Ou quando algo está mudando sem o meu controlo.

Às vezes sonho que o tempo parou.

As boas recordações quero-as sempre, pouco me importa que me chamem saudosista.

São estas memórias que me fazem sentir feliz sem ressentimentos e, que me fazem ser esta mulher que sou hoje.

Nem sei por onde começar?

Por todos os meus aniversários passados ,ou seja os que eu me lembro, ou os que foram festejados com muita alegria.

A minha memória hoje está naquela cadeira enfeitada com flores,onde eu me sentia importante, sentada à mesa.

A minha mãe sempre teve flores à mesa, mas neste dia tudo tinha que brilhar.
Tudo era esmerado, a refeição as sobremesas e o bolo com velas.
A sensação maravilhosa de me cantarem os parabéns, de receber presentes, telefonemas, postais, cartões vindos pelo correio.

Para as pessoas como eu, sendo a mais nova, (e ciumenta), gostava de ser lembrada por todos, e eis a minha oportunidade, por isso não desperdiçava nem um minuto.
Era o meu dia de glória!

Hoje, continua a ser o meu dia, mas já com melancolia, vou reflectindo sobre mais um ano que passou, sobre tanta coisa que eu não fiz, e, aquela coisa pessimista "foi um ano a menos de vida".

Mas este ano tudo mudou.

Dessa data do passado até hoje, tanto aconteceu!

Coisas boas e más, que me fizeram apreender, muito!

Contudo um ano tão maravilhoso que eu posso dizer, que vale a pena viver. Não que eu tenha defenido o que é viver, até porque continuo sonhando.

Por isso agradeço às pessoas que eu amo.

Um obrigado, o maior de todos à minha mãe, mesmo com "alzheimer" e nem sempre me reconhecendo, sei e sinto que ela continua a gostar de mim.

Ao meu pai, mesmo não estando presente, sei que deve estar entusiasmado pelo que eu faço e sinto, mas, às vezes não deve sentir orgulho desta "casula", mas hoje sei que sou perdoada.

À minha filha, ao meu marido por estarem sempre presentes a me dar apoio e carinho, aos meus irmãos, aos meus sobrinhos a todos os meus familiares e aos meus amigos, que tenho tantos! e,que são o meu pilar, a minha força de viver!

Agradeço também, em especial a todos os que se lembraram de me dar os parabéns, certamente que ficarão guardados junto comigo, para sempre.

E que venham os 49!
Não é que goste muito deste número, mas desejo que represente muitas mais coisas positivas na minha vida.

Lá vou eu novamente...
Com muita alegria até os 50, se Deus quiser!
E, já agora revelo um segredo, quero viver muitos mais anos!

15 comentários:

Dalva M. Ferreira disse...

Parabéns! Muita felicidade.

neli araujo disse...

Olá, Concha-Conceição!

Estou passando para lhe desejar um Feliz Aniversário!

Que Deus te abençôe, e te dê muitos mais anos de vida para comemorar com os teus queridos!

Um beijo carinhoso,

Neli

Zeca - Diabo disse...

Muito Parabéns titia. És a pessoa com 49 anos mais jovem que conheço.
Desejo que este número (49) te mantenha exactamente como és alegre, bem-humorada, feliz etc...
tudo o resto virá por acrescimo.

e toca a abrir as garrafas de vinho
Bjs e mta felicidade

O teu presente... bem... somos nós que estaremos contigo neste dia.

MarTIC@ disse...

Cara amiga Concha!
PARABÉNS!!!
Que este aniversário seja o impulso estimulador e a brisa fresca que fazem chegar às suas mãos aquela palavra, aquele odor, aquele sabor simples, delicado, subtil mas forte na sua essência, que a preenche de forma inebriante e a conduz ao mais profundo de si mesma, fazendo desabrochar o seu ser genuíno.

Tudo de bom, hoje e sempre.
Um beijo grande

X@u

Manuel disse...

Amiga Conceiçao,só agora cheguei.
Vim à pressa para te desejar muitas felicidades até aos 50!!!
Já não chego a tempo dos Parabéns,mas estou sempre presente e atento para que estejas bem.
Muitos Beijinhos

Rosa Oliveira disse...

Querida Amiga!
Parabéns!
Muitas felicidades e muitos anos de vida.

Concha disse...

É com o coração cheio de gratidão que venho agradecer aos amigos que se expressaram neste espaço, felicitando-me pelos 49 anos.
Já agora,devo confessar:
-Ainda não os senti.
Com toda a certeza irão pesar no dia a dia até o próximo 21 de Novembro.

Um bem-haja a todos.

Professorinha disse...

Muitos parabéns... não só pelo aniversário mas também pela coragem!

Fernando José Ramos disse...

Parabéns!
Também eu tive uma cadeira enfeitada com flores no meu aniversário.
Também eu sou o "casula".
Temos muitas coisas em comum...só que eu não sei expressar o que sinto como tu.
Já li a maioria dos teus posts, cativaste-me,e fico emocionado na maioria das vezes.
Não me és indiferente, passaste a ser aquela amiga de longa data.
Que sejas feliz a caminho dos 50 anos!
Um grande abraço

Espaço do João disse...

Um pouco atrasado, mas ainda vai a temp.Os meus siceros parabéns pelo animho a mais.
Eu já não faço anos. Espero que eles passem por mim. Quase meia centena hem... Eu já por aí passei há 20 anos, agora restam-me aqueles que por mim hão-de passar. Entretanto não peço muitos mais, pois para serem como estou a passar neste momento, acho que não vale a pema . O meu corpo já vai vergando e, as maleitas são muitas e dolorosas. Mesmo assim se para o ano cá estivermos, hei-de ver se me lembro deste dia. Um abraço e que contes muitos.

Vieira Calado disse...

Eu, os parabéns claro que dou.

Mas tenho uma reclamação a fazer:

Não há nada que se beba?

Anónimo disse...

Sou da opinião do poeta, não se bebeu nada...
Não houve comemorações?
Nem parece teu!
Agora,sem brincadeiras,desejo-te um ano muito mais justo do que este que já passaste.
A vida foi muito madrasta,tens sido sempre traída,mas continuas com um grande e lindo sorriso.
Vás passar a cinquentona sempre com brilho e beleza!
Votos de muitas felicidades.

Zeca - Diabo disse...

Que bela festa, tás de parabens por ela também.

Muito riso, muita amizade, muito convivio, tudo impecável como sempre.

e o perfume... sim... ainda sinto o aroma daquele arroz de pato. Que delícia.

Beijos
Felicidades

Anónimo disse...

Afinal houve festa.
E,também sabe cozinhar!!!
Eu até aprecio arroz de pato.
Pois é, só devo ser convidado lá para os 50.
Só não sei quem é este Zeca-Diabo, e porque está em todas...

Zeca - Diabo disse...

Hó anónimo, como é que a São te convidaria para a festa, se tu és anónimo? como faria o convite? para onde?

Tens de deixar de ser anónimo, como eu.

Fiquem bem

Funchal

Funchal