quarta-feira, 21 de julho de 2010

Um brinde ao sucesso

Marta,

Dar parabéns, desejar felicidades são palavras triviais demais para este momento.

Podia simplesmente banalizar o acontecimento e dizer o que muitas vezes oiço "não fez nada que não fosse o seu dever".

Jamais serei injusta para contigo, e não quero desvalorizar o teu trabalho, sei que estudar também cansa, e por vezes há desanimo, e até a concentração nos atraiçoa.

Sei também que a vida académica deixa marcas para a vida, aconselho que selecciones a tua memória só para os grandes momentos.

A alegria, o orgulho que eu sinto é uma continuidade, não é só hoje que emocionalmente estou mais sensível.

Vem de sempre.

Pelo percurso da tua vida, pelas tuas lutas e pelas derrotas, que sabiamente transformaste-as em troféus.

O teu nascimento foi a maior batalha que travamos juntas, superamos!!!

Foi esse o momento, que eu te ensinei a nunca desistir e dei-te o maior valor que temos que é a Vida.

Por isso hoje és vencedora.

A sorte nunca se sentou ao teu colo, o trabalho a inteligência, e a tua determinação, é que formaram-te na Mulher responsável que és.

Ultrapassaste mais um de muitos obstáculo.
Finalizaste com distinção a tua licenciatura.

Sei que não se vão esgotar momentos e motivos para brindarmos mais vezes.

Todos os dia fazes com que eu sinta estar apaixonada e feliz.

Por tudo isto, vou agarrando a vida.

Beijinhos,
Mãe

4 comentários:

Manuel disse...

Nós plantamos os frutos que semeamos.A tua colheita foi óptima.Foi resistente às tempestades e sabe tão bem aproveitar a bonança.
Parabéns às duas.(Mãe e Filha)
Beijos

Manuel disse...

Quero rectificar:
"Nós colhemos os frutos que semeamos."

Vieira Calado disse...

Os meus cumprimentos.

Bjs

Espaço do João disse...

Eu diria:- Quem colhe e, não semeia, arrisca-se a ficar sem ceia.

Funchal

Funchal