segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

O meu Natal 2008

A primeira de muitas prendas:
-Foi a primeira vez desde 1980, que eu não trabalhei dia 24 de Dezembro, foi surpreendentemente agradável!!!!!!!

O Natal é sempre passado com a família, com todos os que eu realmente amo, a não ser assim, nunca o festejaria.
Mas... tenho um problema, gostava de estar em vários lugares ao mesmo tempo, assim via-os a todos.
Impossível de resolver, eu sei.
Outro problema é a saudade dos amigos que resolveram partir este ano 2008, foram alguns, um deles foi talvez o maior, e faz sempre falta.
A noite de 24 de Dezembro, é mágica, por tudo, até pelo excesso de calorias da ceia, mas, em especial pelo envolvência dos mais pequenos, as sobrinhas-netas, os gémeos as priminhas ficam ansiosas, desde a espera do Pai Natal até ao abrir das prendas... são momentos muito felizes, únicos, que se prendem já na memória.

O dia 25 é exclusivo , só para a Mãe-Avó Cesária,filhos e netos!!!
Muitos esquecimentos, muita troca de nomes, muitas confusões, (este ano as velas tinham que estar apagadas, e porquê? - quando se vai dormir apaga-se a luz, logo... se o menino Jesus está dormir não precisa de velas acesas!!!!) muita conversa , muitos mimos, muitas saudades e muitos , muitos anos... já são 84 !!!
Nesta época, mesmo sem ser crente, não tendo fé em Cristo, a verdade é que fico sempre mais vulnerável, mais emotiva.
Estou mudando de opinião sobre o Natal.
Ando a mudar de opinião sobre vários temas, não sei se é evolução ou falta de carácter, mas o certo é que o espírito Natalício apanhou-me de surpresa!!!

2 comentários:

Zeca - Diabo disse...

Não tens fé em Cristo? todo o teu texto te desmente. Amanhã vamos brindar ao novo ano, fica bem. Bjs

Concha disse...

Ao meu estimado Zeca-Diabinho!!!
Pertenço ao grupo dos agnosticistas
que é uma espécie de doutrina que declara que o ser humano é incompetente no saber absoluto.
Até amanhã!

Funchal

Funchal