terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Já li ...A vida num sopro


Através de uma paixão, que desafia os valores conservadores, é narrado a guerra civil espanhola com coincide com a formação do estado novo em Portugal nos anos 30,o Salazarismo com a cegueira da ditadura e os seus servis polícias: -PIDE.
Se mostrasse com mais clareza e profundidade o que foi a ditadura em Portugal , tornaria o livro obrigatório nos manuais escolares.
Durante a minha escolaridade foi obrigada a ler livros com menos conteúdo.
Prendeu-me desde o 1ºcapítulo, pela sempre clara e inteligente escrita.
Não saciou as minhas expectativas, José Rodrigues dos Santos habitou-me a mais.
Mas, José Rodrigues dos Santos é um fenómeno de vendas em Portugal.
Está traduzido em treze países, da Tailândia aos Estados Unidos. Os seis romances que assina atingiram o meio milhão de livros vendidos em Portugal.
Quem sou eu, para lhe fazer uma crítica?


4 comentários:

Zeca - Diabo disse...

Os verdadeiros críticos e ao fim ao cabo quem tem o direito de criticar em 1º lugar são os leitores, ninguém está mais habilitado. Estes criticos literários, que aparecem na TV, não são mais que concorrentes invejosos de quem escreveu, LOL
Bjs, fica bem

Dalva M. Ferreira disse...

Se o Zeca Diabo disse... Obrigada por suas palavras generosas no meu blog, valeu o estímulo! Neste ano de 2009 eu quero ler mais, muito mais, porque minha cultura é uma colcha de retalhos, cheia de furos. Um abraço!

MarTIC@ disse...

Nunca li. Não possso comentar. Mas parece ser interessante.

X@u

Zeca - Diabo disse...

Acho que o José Rodrigues dos Santos como escritor... não sei... mas acho que tem as orelhas muito grandes, e isso parecendo que não... tira-lhe algum rigor. Bjs

Funchal

Funchal