sábado, 6 de junho de 2009

As flores neste silêncio traduzem ternura

Sei que a saudade já anda a ultrapassar impossíveis.

Sei que as palavras,já pouco ou nada significam.

Sei que ando a aguardar o sorriso de quem é capaz de ofuscar o sol, e, de me aquecer a alma.

És a minha Estrela!
Brilhante e cintilante.
És tu que emites luz, numa variedade de cores diferentes.
O espectro da luz visível.
Vejo-te como a imagem que se vê na sombra.
Sabes quando a luz do Sol se decompõe através de um prisma?
És tu.
O meu Arco-Íris...

Simplesmente,
Mãe

7 comentários:

Marta disse...

ohhhhhhhh....
Amei, simplesmente bonito!
Obrigada meu amor.
Beijao grande e cheio de amor

Marta

Manuel disse...

A tua sensibilidade sobrepôe-se à saudade.
O que me atrai neste post,é a vaidade com que tu escreves:
-Simplesmente
Mãe!
Mas,também visito este blogger,porque sabes comunicar, cativar, ilustrar...
Aqui,o que se lê é.
Aqui,não há subterfúgios.
Aqui,é tudo real.
É assim que tu és. Concha,Conceição ou São.

Beijinhos

Vieira Calado disse...

Flores com as cores do arco-íris!

Beijoca

Rosa Oliveira disse...

O tempo passa e nós ficamos iguaís às nossas mães!!!
Beijos

Anónimo disse...

Amiga Concha!
O amor pela tua filha está acima de tudo.És sempre aquela mulher de carácter que eu conheci há muitos anos.E, é com orgulho que vejo que não mudaste.
Felizes são os que partilham contigo o dia-a-dia.
Saudades, é o sentimento que me transmites.
Beijos

Manuel disse...

Linda
Mais que demais
Você é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim
Você é linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz
"Caetano Velozo"

MarTIC@ disse...

"As flores neste silêncio traduzem ternura..."
Não tenho palavras para este texto tão cheio de luz e cor!

Bjinhos
X@u

Funchal

Funchal