quarta-feira, 17 de junho de 2009

Chuva

Chegou
a chuva
mansinha
persistente
ousada
atrevida
Chegou...
inconveniente
ninguém a chamou.

Visita inesperada
instala-se e, apresenta-se:
Sou águas de Junho!
A natureza irrita-se
O vento exalta-se...
estavam de férias
Protestam
Sopram
Chamam a trovoada.

Novamente
Tudo escurece...
As árvores choram,
a terra fica molhada

Eu fico triste
e peço sol
peço calor

E fico cansada
de ser enganada

5 comentários:

Manuel disse...

A chuva passa...daqui a dias temos o sol.
Se ele demorar a aparecer, eu prometo que vou buscá-lo.
Tu mereces.
Beijos

lililaranjo disse...

Deixo um beijo


Chuva

É tarde
Lá fora
Há chuva…
Chuva que cai…
Devagar…
Mas sem parar…
Cai e faz-me pensar…

Deixa-me a certeza
De haver amargura
De haver solidão
De haver tristeza…

E a chuva
Continua a cair…
De mansinho…
No meu jardim…
E a minha alma
Sofre de dor…
E espero…
Que a chuva pare…
E o sol volte por fim!...


Lili Laranjo

Anónimo disse...

Chuva, a água que cai das nuvens.
Não te deixes molhar.
Resiste, luta e mostra o que realmente és.
És capaz de ir mais longe.
Beijos

Princesa disse...

"...Amigos são anjos que levantam nossos pés
quando nossas asas se esquecem como voar..."
um bom fim de semana
um beijo

Rosa Oliveira disse...

Finalmente,chegou o Sol!!!
Beijos

Funchal

Funchal